domingo, outubro 14, 2012

Razão e Sensibilidade



Percorre meu corpo a sensibilidade
ora me deixa embriagada de poder
ora me deixa cega de tanta vontade
variando nos detalhes a intensidade:

da Sensatez

Para que?!

O que pode me levar à loucura é a razão
Estímulos internos ou externos faiscam
Num processo para se chegar a decisão
Das impressões que na alma dominam:

A capacidade de sentir.

Percepção acentuada ou mesmo aguda
Arrepios resplandecem milimetricamente
Conduzindo dos pés até a boca carnuda
A imaginação escorrega por esta vertente:

A sedução.

Sensibilidade cutânea, moral ou visual
O prazer é alimento primordial do viver
A causa que uma coisa aconteça normal
Como fonte da racionalidade e do querer

Irrefutável!

Dentro do meu corpo e da minha mente
Razão e Sensibilidade são inseparáveis
Sou sol, lua, fogo e água continuamente
Alguns princípios da vida são imutáveis! 


(por Sissym)











"A maioria pensa com a sensibilidade, eu sinto com o pensamento. 
Para o homem vulgar, sentir é viver e pensar é saber viver. 
Para mim, pensar é viver e sentir não é mais que o alimento de pensar."
Fernando Pessoa 










Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails
Postar um comentário