Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, agosto 25, 2013

Invisibilidade


Estado do que não se pode ver,
tal como a invisibilidade do ar.
Que escapa à vista, assim como
algumas estrelas invisíveis a olho nu.

Caminhar por calçada movimentada
atravessar as ruas e os cruzamentos
de carros, de gente, de seguimentos
e incrivelmente não ser notada.

É estranho olhar e encontrar o vazio
porque tudo que está ao redor nada é
do que comportamento aparente, fictício
o real é transcendente ao pensamento.

(Sissym)





Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

50 comentários:

  1. Muitas vezes queremos não nos fazer notar, já outras vezes sentimos um vazio quando isso acontece. Lindo poema, Sissym! bjsssss

    ResponderExcluir
  2. e nisso, vamos sem conhecer e aprender. Bjos, Sissym e uma excelente semana.

    ResponderExcluir
  3. É só um momento de invisibilidade e não um estado de invisibilidade. Você não passa muito tempo despercebida :)
    Os versos ligaram muito bem com a música.
    Beijinho, uma doce semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
  4. Inevitavelmente (sem que tenha ligação direta), me lembrei do filme "As vantagens de ser invisível".

    Belo poema.

    bjos

    ResponderExcluir
  5. Oi, Sissym!!
    O anonimato nos protege! :)
    Boa semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Oi Sissym
    Na maioria da vezes, somos um nada indo a lugar nenhum.
    Bjux

    ResponderExcluir
  7. às vezes somos invisíveis ou talvez caminhemos por vezes em outra dimensão?... Lindo poema, Sissy!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, fadinha! Já me senti assim, é como se eu não fizesse parte desse mundo...não gosto muito dessa sensação. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Tem horas de eu querer ser invisível, caminhar sem que me olhem feito eu fosse uma marciana. Mas isso, todo o tempo, não é coisa boa não.

    Beijo, Sissym.

    ResponderExcluir
  10. Oi, Sissym!

    Gosto muito da atmosfera do seu blog e da leveza e profundidade dos seus textos. Parabéns! Aproveito para agradecer pela sua visita lá no blog.

    Beijos e até mais!

    ResponderExcluir
  11. Olá!Boa noite
    Sissym...sim
    alegres ou tristes, realizados ou frustrados, somos aquilo que somos quando ninguém nos vê.A questão é que seguimos adiante sem parar para olhar pra nós mesmos e é preciso se encontrar pra se chegar onde quer. Pois,se a mente cria a realidade,não precisamos ficar fixos nesta realidade condicionada e tediosa, se temos a todo instante o espaço para ser quem somos, pois ficar invisível, é ótimo, ninguém te importuna e, se precisar, você ainda pode chamar alguém que necessite, enquanto nossos olhos não conseguem se ver...
    ...sim,me aguarde no banquinho.
    adorei, também, a música do Justin......Espelhos
    ♪♫"Garota, você é o meu reflexo, tudo o que vejo é você" ♪♫
    Obrigado pelo carinho
    Bela semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Oi Sissym

    Invisibilidade me mata, há momentos de escolha por estar só, mas nunca por ser invisível.

    Um beijo

    ResponderExcluir

  13. Olá Sissym,

    Poema bonito e com tom filosófico.
    Hoje em dia somente se enxerga o que se quer ver. As pessoas andam pelas ruas imersas em suas preocupações e problemas e nada observam. Você já reparou na cara das pessoas dentro de um elevador? É assim que elas andam nas ruas-rsrs.
    Não nasci para ser invisível, embora haja momentos que é bem bom não ser notada.
    Mas é isso, Sissym "o real é transcendente ao pensamento".

    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. É uma situação que ocorre com frequência. Ás vezes é bom, às vezes não.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Oi minha linda!
    Obrigada pela visita e carinho, mas ainda não sou famosa não, mas quero muito ficar... kkkkkk
    Querida esse seu texto me fez lembrar que quando estou com muitas coisas na cabeça ou algum problema me martelando as ideias eu ando na rua meio que flutuando, me sentindo meio invisível e engraçado é que as pessoas parecem não me ver mesmo porque chegam a esbarrar em mim... enfim estou aqui refletindo... rs
    Beijo, beijooo
    She

    ResponderExcluir
  16. Sissym ,

    O poema é belíssimo , como todos .
    A invisibilidade é escolha sempre possível e muitas vezes , bem vinda .
    Gostei também da música .
    Obrigada pela partilha e pelas visitas ao meu espaço .
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. É uma sensação estranha, Fadinha, as pessoas só enxergam o que "desejam"... só enxergam o que lhe convém.... enfim, às vezes isso é bom, às vezes isso é ruim... Amei a música. :) beijinhos

    ResponderExcluir
  18. Beautiful poem! Sending hugs! :)

    ResponderExcluir
  19. Que lindo seu poema.
    Big Beijos
    Lulu on the sky
    http://luluonthesky.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. @Berço do Mundo: 

    Ruthia, é... sou pequena mas não consigo me esconder por muito tempo.
    Obrigada por suas doces palavras.

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. @Mateus Medina: 

    Matheus, fiquei curiosa, já ouvi falar e nao tenho certeza se o assisti. Vou procurar ve-lo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  22. @Wanderley Elian Lima: 

    Wanderley... gostei disso!
    Porque apesar de ser um pensamento aparentemente negativo, somos um em milhoes e numa busca incessante.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. @Bia Hain: 

    Bia, eu teria muito o que dizer a respeito.

    Bjs

    ResponderExcluir
  24. @Milene Lima: 

    Eu tambem, desaparecer. Eu gosto de silencio, me faz bem muitas vezes.

    Bjs

    ResponderExcluir
  25. @Sergio Oyama Junior: 


    Sergio, vou de um extremo ao outro com facilidade.

    Aproveito para dizer-te que gosto do que voce faz.

    Bjs

    ResponderExcluir
  26. @Felisberto Junior: 


    Eu o li, muito antes de chegar aqui.
    Feliz, voce é sempre profundo, de tanta sensibilidade! Encanta.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. @Vera Lúcia: 

    Vera,

    Vejo tanta futilidade a cada passo e olhar solitário. O ser humano se aproxima do que é atrativo por fora.

    Bjs

    ResponderExcluir
  28. @Élys: 

    Élys, eu passei a perceber estas atitudes após minha separação, antes estava adormecida.

    bjs

    ResponderExcluir
  29. @She: 

    She! Já é um começo ser famosa entre amigos, mesmo que sejam virtuais, somos portas e janelas e gostamos um dos outros como somos mesmo.

    Sim, flutuando tambem, só que comigo é algo mais, chega a ser triste.

    Bjs

    ResponderExcluir
  30. @Marisa Giglio: 

    Marisa, a musica foi um achado que combinou um tanto com o que eu sentia no momento que escrevi.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  31. @Barbie Californiana: 

    Barbie, isso mesmo, uma sensação estranha que tenho dificuldade de exteriorizar.

    Bjs

    ResponderExcluir
  32. Quem nunca se sentiu invisivel em algum momento da vida?Poesia sensivel e muito linda tb!Morri de rir com a história do seu cachorrinho que ronca!...rss...bjs,

    ResponderExcluir
  33. Olá!Boa noite
    Sissym...sim
    uau, ao ler sua resposta ao meu comentário.Que lindo isso!Obrigado viu?
    "E a primeira vez que a gente se encontrar, vou pedir para o relógio do mundo dar uma paradinha, só pra esticar esse tempo de abraço que fez meu coração pulsar de um jeito que jamais nenhum outro fará."
    Caio Fernando Abreu.
    Obrigado
    Belos dias
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Oi Sissym, cheguei com um certo atraso ao seu post pois estava me sentindo invisível na última semana...

    Até estava conversando sobre esse tema com uma amiga dias desses.. A gente sai para enfrentar o dia e parece que somos apenas mais um ser contido em um turbilhão de problemas sem uma identidade...

    Na verdade não sei se é melhor se sentir assim ou invisível mesmo...
    De qualquer forma, eu amei a poesia!A música é muito linda! Que clipe maravilhoso! Sempre aprendo muito aqui!

    Beijos e uma maravilhoso fim de semana fadinha! :)

    ResponderExcluir
  35. @Anne Lieri: 

    Anne, penso que muita gente.

    Ahhhh ele ronca sim!

    Beijos

    ResponderExcluir
  36. @Felisberto Junior: 

    Feliz!

    Wow! Que haja a oportunidade do tempo parar para um abraço ficar imortalizado.

    Bjs

    ResponderExcluir
  37. @Adriana Helena: 

    NÃO!!!!!!!!! mas estar atrasada, bem, eu tambem vivo assim!

    Eu as vezes penso que existe uma magia contra minha pessoa para andar sem ser notada... é meio estranho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Verdade, e geralmente o que está "invisivel" é o mais real !!!

    Adorei !!!

    Bjus 1000 querida e um finde maravilhoso prá ti

    ResponderExcluir
  39. @Pepa: 

    Querida amiga,

    Isso é triste, mas é pura verdade para muitos.

    Bjs e otimo finde para ti tambem

    ResponderExcluir
  40. Olá Sissym, lindo poema, as vezes me pego a olhar o vazio, como se estivesse ouvindo a voz do meu pensamento. Este é um momento só meu. Parece meio loco, mas quem não tem um pouco de loucura!Se não tivéssemos não suportaríamos esta vida loca. Bjuss um lindo início de semana.

    ResponderExcluir
  41. @Profª Lourdes: 

    Eu tambem me perco no meu vazio.
    O silencio acalma o pensamento.

    Beijos

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada