Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

quinta-feira, junho 16, 2011

Diário de uma Dengue





Isso mesmo: de uma dengue!
Porque cada um reage de uma maneira diferente!

Pois eu sou:

Uma Fada contaminada!





Como podem notar, parece o impossível, mas creiam, Fadas também adoecem quando estão no mundo dos humanos. Eu já havia me contaminado uns anos atrás com o vírus do Carioca.

Eu passei a falar como uma Carioca e também agir. É fácil:

- Oi, passa lá na minha casa depois!

Não se dá nem o número do telefone nem mesmo o endereço.

Mole!

No 1º dia: é o princípio de tudo.
No 6º dia: Deus terminou de fazer o mundo perfeito. Ou que deveria ser.
No 7º dia: Deus descansou.

Com a dengue é assim:
No 1º dia: começam os sintomas.
No 6º dia: você pode estar a beira da morte.
Tudo pára de funcionar com perfeição e você não sabe se vai viver ou não.
Você fica num estado de saúde horroroso: adicionando à febre e dores oculares, uma vermelhidão e inchaço, além de coceira e moleza que até baianos não gostariam de experimentar.
No 7º dia: parece que sua alma foi carregada, a tomaram sem sequer utilizar a força. O doente nem percebe, está mais moribundo do que outra coisa.

Dieta?! Nooossa.... não existe dieta melhor! Não se tem fome! E se você não beber muito líquido... ahhhh.... cuidado, heim?! Tomei foi um porre diário de tanta água!

Como eu sou Fada, né.... no 4º dia o médico que me atendeu no COPA D'OR (nota-se que eu fui muitíssimo bem atendida neste hospital todos os dias que precisei estar monitorando a doença - com certeza, também... quem me atendeu, não vai se esquecer de mim...) orientou:

- Você está serelepe demais, é melhor começar a fingir que tá passando mal!

Deve ter sido praga... porque eu me tornei invisível por quase uma hora! Eu piorei, assim como os humanos... e minhas plaquetas beiraram o absurdo! Puxa... será que eu ia acabar sangrando?! Sei lá...

Leiam aqui minhas traquinagens mesmo doente: Fada Sissym em: invisível no Hospital.

Se você que não faz mágica, não anda de vassouras (sou Fada que foi presenteada com vassoura), tem sangue vermelho ou azul, prepare-se, a dengue deixa a gente pálida e acabada! É horrível.

Horrível mesmo é estar num hospital e perceber que tem muitos casos. Chegar a conclusão que não importa onde você mora, porque de todos os pontos da Zona Sul do Rio de Janeiro aparecem novos casos diariamente. É uma epidemia descontrolada e desavisada. Ninguém é mais culpado do que a própria população.

Enfim... sobrevivi!


Link:

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

28 comentários:

  1. Que bom que sobreviveu. Felizmente nunca peguei dengue, ou melhor, a dengue nunca me pegou, mas dizem que é realmente terrível.
    Se cuide
    Bjux

    ResponderExcluir
  2. Olá minha querida amiga Sissym!!!
    Você descreveu muito bem os sintomas dessa doença, ela é mesmo muito terrível. E ainda ficamos pensando, como pode um mosquito tão pequeno derrubar um humano bem maior... rsrsrsrs... Pois é minha amiga, temos que prevenir para a não proliferação deste transmissor, parece que é a única maneira de acabar com a dengue.
    Que bom que já passou o pior, estimo uma boa recuperação.
    Beijos e muita paz e saúde!!!

    ResponderExcluir
  3. Fadinha querida, acho que vc está tornando-se humana por consequência da convivência! Mas ainda bem que vc tem uma imunidade diferenciada!
    Fico feliz que vc já esteja bem!!!
    Sabe que aqui na região tem um monte de Aedes aegypti mas graças a Deus eles não estão transmitindo a dengue.
    Você tem que ficar 100% logo para cuidar da Laurinha e da gorda!!! Rsrsrsrsrs...
    Bjão.

    ResponderExcluir
  4. @Dú Pirollo: Edu,

    É duplamente chocante: a capacidade de nos derrubar e a quantidade de pessoas infectadas! Enquanto a vacina não aparece, cabe a todos tomarem medidas preventivas, mas a população ignora até ficar doente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. @Edgard Shigenaga: Ed,

    Eu tenho uma prima que mora em Jacarepaguá, voce olha as paredes e vê um monte deles por lá! Existe um riacho que passa atras da casa dela, tem muita vegetação, é complicado. Por incrível que pareça, por mais que tenham centenas, nem todos estão doentes para que transmitam a doença. Onde eu fui pega, nem imagino, especialmente depois de saber que até quem mora no Leblon ou Copacabana também adoeceu.

    Eu não sei... por enquanto os anjos protegem Laura, quanto a Gorda... ela andou tão esquisita, quem sabe... tambem teve dengue!

    Quanto a minha imunidade... eu já solicitei uma Assembleia Geral do Mundo Mágico, precisamos rever certos critérios de defesas.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  6. @Wanderley Elian Lima: Wanderely, tá aí, nós não pegamos, o mosquito que nos pega! rssssssssss

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. É criminoso o que fizeram no Rio e noutros estados também. Uma doença tida como "passado" há 15 anos atrás, hoje virou rotina, como as gripes.

    Ainda bem que você é uma Fada e está tirando isso de letra, na boa.

    Mas dessas vez não vou te dar abraço não rsrsrs Amanhã tem mega-sena e não quero ninguém suspeitando das minhas 2as. intenções ahahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Faz desaparecer essa maldita coisa! rsrs

    As melhoras Sissy! :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. @Luisa L.: Luisa, voce nem sabe, eu tambem queria... mas não fui autorizada... nem sei como me desculpar com os humanos! O jeito foi deixar ficar doente... rssss

    ResponderExcluir
  10. @José S. Pereira: Zé, eu estava lendo que a Dengue 4 (hemorragica) tinha sido erradicada há 30 anos e voltou. Ou seja, passados 30 anos, não fizeram nada eficaz para nunca mais voltar ou ter, no mínimo, vacina.

    Sobre abraços e dindin... francamente, voce tá se achando poderoso, talvez por isso mesmo acabe ganhando mesmo e depois só acene!

    Puxa... aqui onde trabalho tem: uma Ferrari e um carro do Batman. Vê se ao ganhar a aposta, aparece também finamente motorizado e me leva para passear, assim... todos vão ficar com água na boca!

    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá, Sissym!
    E ainda bem que sobrevivestes, pra sorte nossa, pois a vida sem fadas e encantos seria muito (mas muito mesmo) chata!!
    Bjs!
    Rike.

    ResponderExcluir
  12. Deka Aquino (www.choramingosechorumelas.blogspot.com)
    comentou 18 minutos atrás
    Olá Sissym , você é uma fadinha guerreira ,heim, conseguiu superar esta doença de uma forma única e mágica, espero que você se recupere 100% para continuar alegrando o mundo mágico e o terreno também. Bjs e Flores. Deka

    ResponderExcluir
  13. @hobbyblogclube: É verdade... no meu caso, o encanto está na eterna peraltice, na vontade de viver e na alegria de poder falar com amigos como voce.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Oi minha querida amiga fadinha.... acho que você já não é 100% fada...hehehehe
    Florzinha que bom que sobreviveu! Triste esta doença que vem se alastrando assustadoramente, aí no Rio com certeza por causa das enchentes. Mas tem total razão, nós o povo é que devemos ser os fiscais desta doença....
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  15. @Valéria Braz: Valeria, eu estava lendo no link que deixei lá sobre a dengue hemorragica. Ela já existiu e depois de 30 anos voltou. É o que preocupa. O que foi que desencadeou a volta desta doença terrível. Se ter dengue é ruim, com efeitos mais duros contra o corpo, realmente, é difícil de suportar.

    Quanto minha condição de fadas... fica meio assim, para que possa entender: lembra do filme Charmed sobre o Anjo Leo Wyatt ? Pois é, ele se envolveu com humanas, amorosamente com a Piper, teve algumas promoções, chegou a perder seus poderes, depois voltou a te-los... É bem por aí.... não dá para deixar de ser.

    rssss

    Eu!

    ResponderExcluir
  16. E as asinhas, continuam batendo?
    Saltitantes...
    O final é a mais pura verdade.
    Se a população não fizer a parte dela, fedeu!
    Beijo querida.

    ResponderExcluir
  17. @Beth Muniz: Beth, as asas ainda estão meio que grudadas... se eu contasse... não tenho dores nas articulações, mas coceiras. Terrível!

    Bjs

    ResponderExcluir
  18. Puxa!, espero que sare logo. Detesto ficar doente, mas, pensando bem, quem gosta?

    Vou evitar o Rio por uns dias...

    ResponderExcluir
  19. Non'è facile, Sissy... Essa doença já tinha de estar extinta, é um absurdo o estrago que um mosquito consegue fazer com a gente. Um descaso duplo, tanto de nós quanto das autoridades.
    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Muita saude, querida.
    Imagino que o pior já tenha passado.
    Graças a Deus nunca tive dengue, mas pessoas próximas tiveram e é duro mesmo.
    Mais uma vez, muita saude para você. Bjs

    ResponderExcluir
  21. @Gisavasfi: Gi, querida, o pior, felizmente passou... agora só tem algumas lembranças de que ainda não me curei.

    Beijos

    ResponderExcluir
  22. @Allan Robert P. J.: Allan, voce está no RIO?! Precisa visitar a Fada!!! rssss

    ResponderExcluir
  23. @Rodrigo Piva: Lindinho do coração, ainda estou com sintomas, dizem que ficam por uns 30 dias... é um horror... caramba! Acaba com a gente.

    beijos

    ResponderExcluir
  24. Olá minha querida fadinha Sis,

    Fico feliz que esteja bem.
    Dengue é uma doença perigosa e depende muito da própria população para a prevenção.
    Peguei dengue pela segunda vez e fiquei 1 mes e meio praticamente de cama, pois junto com dengue tive infecção no sangue e anemia profunda. Fiquei boa 2 semanas antes de ir a Sorocaba.

    Querida, desejo-lhe uma recuperação total perfeita e proteja bem a Laurinha. Faça com que ela use diariamente um repelente, bem como você, pois não dá para facilitar e pegar novamente, não é? Deixo um na bolsa e outro em casa.

    Se cuida querida e fica na paz de Deus.
    Carinhoso e fraternal abraço,
    Vovó Lili

    ResponderExcluir
  25. @Lilian: Lilian, voce ficou com coceiras e dor no fundo dos olhos?
    Caramba... a coceira é de lascar.....

    O jeito é esperar o tempo passar e que o que está dentro de mim dissolva.... sim, comprei repelentes, de todas as marcas! rssss

    beijos

    ResponderExcluir
  26. Oh Sissym... ficou doente outra vez ?
    Cara , essa história da dengue é um absurdo né? É incrivel como permitimos que as condições do meio ambiente favoreçam o desenvolvimento e a proliferação do raio desse mosquito, caramba !
    Espero que vc esteja bem,bem :)
    bjs

    ResponderExcluir
  27. @Eninha Campos: Eninha, não é outra vez, é ainda! Ela começa de um jeito e tem evolução, o auge, um horror. Depois começa a melhorar, mas ainda ficam sintomas desagradaveis, como coceira.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  28. Muito interessante esta postagem!

    A Internet no Brasil realmente precisa de postagens de qualidade como estas que você está nos oferecendo.

    Conheça também o novo agregador Super Links que está bombando na internet: http://www.superlinks.blog.br

    Divulgue seus links gratuitamente sem necessidade de cadastro e receba centenas de visitas diarias.

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada