Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, dezembro 18, 2011

Amor tolhido



Da onde este lapso veio mal nascido?
O desejo de entrega é sempre tolhido
É a emboscada do amor sem sentido
Que pega de primeira e deixa rendido

Maldições seculares...

A inveja, o desejo, o amor mal resolvido
Brincadeira perpetua do olhar do cupido
Acerta, assopra, empurra, ri e é pérfido
Zomba da inocência, age como bandido

Desisto ?! O que faço, desisto ?!

A alegria tem sido como brisa passageira
Quando sinto-me feliz, lá vem a rasteira
Pois bem, não aceito felicidade efêmera
Eu sou leal, real, sensível e bem sincera

Inexorável!

Não me dobro às tentações melindrosas
Apenas observo sedenta contos de fadas
Neste átimo, nada é para mim, só lágrimas
Renego a tragicidade das vidas passadas

e...


Um dia, esta página vai virar.

É nisso que acredito!

Então, o sol vai ser todo meu!


(por Sissym)


Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

37 comentários:

  1. Que Post Fantástico!
    Amiga SISSYM:
    É muita inspiração na criatividade de tão magistral poesia!
    Contagiou. Mexeu. Valeu.
    Parabéns por mais um excelente Post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  2. Sissym que lindo,

    Uma mistura de sentimentos envolventes que faz confuso o coração e ao mesmo tempo traz a certeza que o sol sempre nasce no outro dia....

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Faduscaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!!!!
    o limite é pouco pra tu guria
    o sol não brilha tanto quanto teus encantos

    faduscaaaaaaaaa é isso ai se mantenha aberta
    confiante é isso q nos da força q nos alimenta
    e falando de amor entom ai a coisa é mais complexa do q imaginamos

    adoreiii ameiii curtiii
    é muita inspiração dentro do coração desta encantadora fada

    oto aki até imaginando
    o sol deve esta com inveja agora kkkkkkkk
    vamos joga agua fria nele fadusca?
    kkkkkkkkkkkkkkkkk

    doro tu coisa magica!
    curti a muca bem assim sei lá sabe? kkkk

    ResponderExcluir
  4. Cheio de certezas, emotividade esse poema.
    Adorei.

    beijos, Rainha

    Maria Marçal - Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
  5. Lindo! Lindo!

    Poema e vídeo \o/

    bj*

    http://contosdarosa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Saudações Sissym, fascinante! Parabéns.

    ResponderExcluir
  7. Sissym, que delicadeza de poema! Espero que o sol seja todo seu, sim, e que a linda música que escolheu esteja tocando ao fundo.
    Um abraço!
    www.revoltaeromance.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Sissym, delicado, sensível, romentico e cheio de esperança!
    BJOS
    Lena

    ResponderExcluir
  9. Basta que você acredite que meio caminho terá percorrido! Muitas de nossas dificuldades estão enclaurusadas precisando ser expostas e destrinchadas.

    * Essa música foi eleita a mais triste de todos os tempos, sabia?

    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  10. Fadinha:
    Faça você a página virar. Sei que o consegue.
    Lindo e sentido poema, mas passou-me a impressão de uma fadinha ferida. Se assim o é, lamber as feridas e seguir em frente é o melhor remédio. O tempo cura tudo.
    Beijos e sucesso.

    ResponderExcluir
  11. @LISON COSTA: Lison,

    Foi inspiração, mas não suficiente para desabafar.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. @Cecilia sfalsin: Cecilia, isso, uma mistura de se sentir confusa, assustada, mas tambem vendo novo horizonte.

    Beijos

    ResponderExcluir
  13. @Jucifer: Ovo dos Oios Azulis, sabe... eu penso que voce me entende e entendeu... e entre todas as linhas do que escrevi, tambem soou as da musica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Cheio de certezas, emotividade esse poema.
    Adorei.

    beijos, Rainha

    Maria Marçal - Porto Alegre - RS

    ResponderExcluir
  15. @Edison Gil: Poeta Edison, quanto tempo.
    Adoro quando vem dizer alguma coisa, para mim é sempre importante. BEIJOS

    ResponderExcluir
  16. @~^~ Lena Lopez ~^~: Lena,

    Que a esperança invada e permaneça no meu romantico coração.

    Beijos

    ResponderExcluir
  17. @Rosa Mattos: Rosa, muito obrigada por ter vindo ler meu poema.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  18. @Bia Hain: A musica é tão linda, mas tambem triste. Eu quero que o sol seja meu, mas que a musica ganhe uma nova melodia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  19. @Luma Rosa: Luma, acredito sim, porque sempre ao ouvi-la senti isso: tristeza e melancolia. Como estou um tanto melancolica... caiu bem.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. @Atena: Atena, é assim mesmo, sua impressão não está errada. Vou lamber, vai cicatrizar mais rapidamente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  21. O sol já é seu nunca deixou de ser... às vezes achamos que o perdemos porque ele fica momentâneamente encoberto, mas isto é uma ilusão.

    O amor sempre foi seu, fonte sua e jorrará sempre que precisar. Deixe a água limpa do amor universal limpar suas feridas e verá o quão móvel é sua capacidade de expressar afeto!

    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. "Renego a tragicidade das vidas passadas..." É o mesmo que eu faço.

    Mais um belo poema, como todos! Bjos minha querida!

    ResponderExcluir
  23. Minha poetisa bom dia. Belo poema. Parabéns pela inspiração. Fique em paz. Forte abraço

    ResponderExcluir
  24. @Fantasma: Fantasminha camarada, obrigada. Que bom ter apreciado.

    Beijocas de Fada para quem é fantasma.

    ResponderExcluir
  25. @Nanda Botelho: Nanda.... seus comentarios são sempre um motivo para pensar mais, refletir, equilibrar os sentimentos.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  26. @Fernando Munhoz: Não é, Munhoz? Se não negarmos tudo que nos entristeceu no passado, será impossivel viver mais pleno, ou ... em paz consigo mesmo. Eu acho, algumas vezes, que carregamos um karma. Alias, no Johrei trabalha com o encaminhamento das vidas passadas, a fim de que tenhamos uma vida presente mais harmonica e alinhada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Querida Simone,

    Perfeita a sua poesia. Permita-me acrescentar uma frase no final dessa obra prima: "Então o sol vai ser todo meu e a minha estrela intensamente brilhará."

    ResponderExcluir
  28. @Herval Candido: Herval, ela briha, mas eu nao consigo me adequar aos deslizes do ser humano.

    Beijos

    ResponderExcluir
  29. Tudo na vida muda, mesmo que seja uma dor que pensemos que será o último momento sentimento que more no nosso coração...

    Fique com Deus, menina Sissym.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  30. Oi Fadinha encantada.... florzinha o sol brilha tão intenso e aquece tantas almas... ele é seu, é nosso é de todos... todos aqueles que são capazes de se deixar envolver pelos muitos amores que a vida vem e nos trás... as decepções?! São partes desta busca... afinal como distinguir aquilo que não queremos na vida se não vivenciarmos?
    Dia a dia, amor a amor, decepção a decepção a vida te fortalece para caminhar cada vez mais próxima ao sol que brilha em seu próprio coração! Nunca deixe este calor se apagar!
    Beijo em seu ocração solar!

    ResponderExcluir
  31. Me lembrou aquela musica: quando o sol, nascer, na janela do teu quarto, lembra e vem...

    E tudo que ela diz, é o que digo a vc!

    ResponderExcluir
  32. @Valéria Braz: Valeria, querida, sempre aparece nos momentos mais especiais e/ou delicados.

    Beijos no loiro e obrigada.

    ResponderExcluir
  33. @Daniel Savio: Daniel, meu amigo, sempre fico feliz com seus telefonemas e aparições.

    Beijos

    ResponderExcluir
  34. @Valéria Mello: Eu li isso no celular, Val... pode acreditar que fiquei com a musica na cabeça?! danada... rssss

    beijos

    ResponderExcluir
  35. Olá Fadinha,

    Creio que mesmo as maldições seculares são passíveis de acabar um dia... é nisto que acredito, é isto que te desejo...

    A doçura vencerá a dureza da inveja, despeito

    Abraço

    ResponderExcluir
  36. @Geraldo: Geraldo,

    É curioso pensar que a inveja seja uma carga que carrego, desde criança sempre teve alguem não só de olho no que tinha ou sou, mas falando abertamente. Eu deveria andar com colares de alhos. rssss

    Beijos

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada