Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sexta-feira, janeiro 13, 2012

o Amor Transcende ... Love Transcends



O amor bateu na porta
feito vento de tempestade
rodopiou as anáguas da vida,
refrescou o corpo sedento
e depois adormeceu.

Ele desprezou o que importa
ao deixar latente a saudade,
sombreando a alma perdida
exposta sozinha ao relento
e depois desapareceu.

Chorei, chorei
Suspirei e lembrei,
da chegada em fantasia
usava máscara de simpatia
escondendo maliciosamente
o que lhe era conveniente.

Pois é, relevei,
então, me aceitei...
era assim a nova faceta
do romance neste planeta
O amor é uma chama volúvel
Faz, desfaz, por ser mutável.


Me aceitei...
porque fui semeada no áureo
tempo em que ora jaz.
Porém, ele foi imortalizado
nos livros, sonetos, e mais.
No ultimo beijo que lhe dei.

E eu...

Irei ...
Seguir num ímpeto versátil.
o Amor transcende...

(poema de Sissym)


It's written on the wind... 







"Apenas o que passou, 
ou mudou, ou desapareceu, 
nos revela a sua verdadeira natureza."
Cesare Pavese

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

52 comentários:

  1. Olá Fadinha,

    O vento nunca me contou que fazias estas artes de rodopiar as anaguas da vida... vai ver, ele faz isto "in private" ..

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. @Geraldo: Geraldo, estamos sempre vestindo nossos sentimentos, ao inves de despi-los. E se fazemos isso, logo nos decepcionamos. Colocamos "obstaculos" até chegar no coração... as vezes o vento assopra, nos enganamos, e voltamos a recobrir o sonho e o desejo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Olá minha querida amiga Sissym, boa noite!!!
    Belíssimo poema minha amigam adorei!!! Realmente minha amiga o amor deve fazer parte da vida de todos nós, independente da idade e das diferenças. Esse sublime sentimento deve ser executado em sua plenitude e é isso que todos devem aprender. Valeu minha amiga, adorei a postagem!!!
    Tenha uma ótima noite e um maravilhoso e abençoado final de semana!!!
    Beijos e muita paz!!!

    ResponderExcluir
  4. Ah, você sabe o que penso! Imortalizado em nós, porque amor compartilhado pode se quebrar no meio do caminho. Um risco! Se dividido certinho e acatado, é amor cúmplice com chance de sobrevivência.
    Bom fim de semana! Beijus,

    ResponderExcluir
  5. @Dú Pirollo: Luis,

    Hoje, ao acordar, foi o primeiro comentario que li e sempre rico nas palavras. Muito obrigada. Bom domingo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Faduscaaaaaaaaaa Rainha do reino encantado
    nossa to inspirada hj credokkkkk
    Fadinha tava eu vendo um filme agora
    e nele dizia o seguinte: que devemos dar uma chance de acreditar em nossos sentimentos que deviaamos confiar naquilo q sentiamos entom conclui q é muito mais facil confiar no q sentimos do q o outro sente por nos
    adorei o poema o veneno do ultimo beijo é sempre fatal mata aos poucos juntos com doses calidas servida quente das lembranças

    uiiiiiii!!! como oto má kkkkkkkkkkkkkkk culpa do filme idota \o/

    bjimmmmmmmmm Faduscaaaaaaa

    ResponderExcluir
  7. @Juci Diass: Ju... mata aos poucos tais como palavras.
    A culpa, certamente foi do filme que vc viu ou ficou má por usar indevidamente a varinha... sei lá... tenha cuidado.
    E confiar... acho que nunca mais,.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Sissym, só o amor cura, transcende, multiplica, une, reaviva e nos torna eterno.....a confiança no amor e misericordia salva-nos para a vida eterna. Valeu pelo belíssimo poema. Que o Grande Arquiteto Do Universo ilumine sua caminhada nesta sua longa jornada.

    ResponderExcluir
  9. @Protestar É Preciso: Amigo, o amor ainda é a maior força, pois ele que nos impulsiona, este sentimento é abrangente e felizmente não precisamos do amor de uma companhia para sentirmos bem.
    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  10. O amor é o amor. A certeza é uma palavra não aplicável.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. O amor, minha amiga Sissym, mesmo sendo do tamanho de um grão de mostarda, resuscita sempre nos homens e mulheres de boa vontade. Lindo. Parabéns. Forte abraço. Fique em paz.

    ResponderExcluir
  12. @Fantasma: Por isso, seja como for, ele sempre pode ser reativado e resgatado.
    Bejios

    ResponderExcluir
  13. @Luma Rosa: Luma, eu sei o que sente e entendo o que diz. Mas não consigo mais acreditar no amor pleno entre 2. Só na forma fraternal que move o mundo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. @Luísa L.: A certeza nao existe.
    Lu, será que Romeu e Julieta resistiriam ao tempo?! Acho aque não...

    Bjs

    ResponderExcluir
  15. Ah, este sentimento é assim mesmo como descreveu, pode ser brisa, pode ser vento ou vendaval. E é sentimento solitário, sempre. A gente sente porque sente e tá acabado.
    Se pudermos compartilhar e nascer daí uma relação de amor, maravilha, sonho realizado. Se não, é mesmo a gente que escolhe se o quer imortalizar na lembrança,na saudade, num poema, na música, ou num cantinho do coração, como costumo dizer, que é feito ninho para o pássaro de asas douradas com as quais a gente também escolhe voar, em alguns momentos..
    Gostei muito. Beijos e bom final de semana.Vera.

    ResponderExcluir
  16. @Vera Alvarenga ...: Vera, então, de maneira sublime, voce resumiu o sentido do poema.
    Então, é por isso que vc escreve maravilhas e docilidades.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Oi, Sissym! Quando a inspiração bate, temos que sair correndo para cultivar maravilhas como esta que escreveu! Que maneira sublime e ao mesmo tempo forte de descrever esse sentimento que sempre que vem nos transforma um pouquinho (ou muito). Adorei! Um abraço!

    ResponderExcluir
  18. Lindo teu poema querida! A vida é movimento.De tudo ficam a experiência, os ensinamentos e a lembrança da beleza dos momentos.
    Seja feliz sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  19. @Bia Hain: Bia, na verdade tem me transformado e muito, pois cada vez acredito menos na boa intenção.

    Beijos e obrigada.

    ResponderExcluir
  20. @Eloah: Eloah, por isso devemos guardar o melhor dentro de nós, algo que reative os sonhos, do contrario, tambem nos respobnsabilizaremos pelo fim definitivo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  21. @Sissym: olá que bom falar de amor viver o amor bela poesia

    ResponderExcluir
  22. Sissym,
    Amei seu blog.. adicionei e agora sou a 801.. rsrs
    amei a história da panela de pressão :)

    Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Sissym, vc a cada dia tá melhor nisto hein ? Hahaha... Belo poema garota ! Continue a escrever sempre mais e mais ...
    Afinal com diz meus ídolos "loves is old, loves is new , loves is all ..." Esses caras era (são!) o máximo né ?
    abraços procê tá?

    ResponderExcluir
  24. Love is all e nada mais, Sissym.

    A música é linda!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  25. @bernar55: Bernar, obrigada pela visita e comentario.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. @Dayane Silva: Dayane, estava no cinema quando li seu comentario, fiquei muito feliz com sua visita.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  27. @Eninha Campos: Eninha,

    Acho que este sentimento do amor impossivel, do sonho que nao se alcança, da decepção, geram mais intensidade do que o proprio amor vivido.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  28. @Van: Ainda bem, VAN, seja lá o que for, ainda acreditamos nisso, que é tudo. Que assim o seja.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  29. Que poesia lindaaa!!!!

    "O vento quando romântico, acaricia de leve a face, porém quando bravio, destelha as casas e arranca as árvores" Menina Linda

    Beijos com carinho

    menina-linda27.blogspot.com

    ResponderExcluir
  30. Você sempre nos traz coisas lindas... Músicas, poemas, textos inspiradores.

    Ahh, assista água para elefantes, o filme é para pessoas sensíveis como você, tenho certeza que vai adorar!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  31. @Menina Lind@: Que linda esta frase, muito inspiradora! Adorei sua presença! Obrigada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  32. @♥ Vanda ♥: Vanda, descobri uma locadora aqui perto, vou pegar sim. Eu vi no seu blog, alias, nunca tinha visto o trailer antes.

    BEIJOS

    ResponderExcluir
  33. Ah o amor, este que nos vem num repente, nos faz sonhar, sentir, idealizar... E de repente... Se vai.
    Muitas vezes eu penso que, estando só, não há como nos magoarmos. Mas, será o certo? Não sei, mas no momento é assim que me sinto!

    Adoro tudo que escreves, porque você o faz com sentimento,com a alma...

    Beijo com meu carinho e admiração... Sempre.

    ResponderExcluir
  34. @Débora Francis: Debora, como eu não queria correr o risco de me magoar novamente, entao, resolvi não ceder. Ao ceder, finalmente, não sei se aprovei. Mas se resguardar eternamente não é viver, é morrer... porque parte de nós é sentimento e a outra tambem.

    Beijios

    ResponderExcluir
  35. Thanks for stopping by my blog. Yours is simply lovely.

    ResponderExcluir
  36. Lindas palavras, lindo blog, estou ficando por aqui para colher mais palavras belas...
    Me visite e se gostar deixe umas palavras e fique por lá.
    Tenha uma linda semana.
    Abraços de cristal.
    Lua.
    http://naturezadeluanegra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  37. @Lua Negra: Sinto-me lisonjeada!
    Vou linkas voce, assim ficaremos mais proximas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  38. Fiquei muito feliz com sua visita, querida amiga, para comemorar fiz dois selinho, se você gostar leve com você.
    Está logo em cima, assim você não se perde, rsrsrs.
    Beijos de fadas, e uma noite de paz.
    Lua.

    ResponderExcluir
  39. @Lua Negra: Eu tenho uma pagina, nao virtual, que guardo todos os selos.

    Obrigada.

    ResponderExcluir
  40. OI SISSYM!

    NESTE TEXTO FALAS DE UM AMOR DECEPCIONANTE,COMO UMA CHAMA VOLÚVEL, DE UMA VELA QUE SE APAGA LENTAMENTE DEIXANDO ALGUÉM MUITO INFELIZ.
    SÃO FACETAS DO AMOR, SE CORRESPONDIDO, SÓ FLORES E CARINHOS CASO CONTRÁRIO, SÓ TRISTEZAS, MAS SEMPRE DARÁ PARA RECOMEÇAR.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  41. Que lindo! Estava com saudade dos seus poemas :)

    ResponderExcluir
  42. @Gigi: Gigi, e eu de voce. Eu fico muito agradecida por ter vindo me ver.

    Bjs

    ResponderExcluir
  43. @Zilani Célia: Zilani, voce deve ter sido uma otima aluna de interpretação de texto ou literatura. Visto que entendeu perfeitamente.

    Beijos

    ResponderExcluir
  44. @Fernando Munhoz: Fe, este poema veio lá das entranhas do coração.

    Beijos

    ResponderExcluir
  45. Sissym,
    lindo, garota!

    Você é versátil!!! É a mesma que escreveu sobre a panela de pressão? rsrs

    Muito belo!
    Incrível como você escreve de um jeito um tanto romântico aqui, com rimas, costurando os versos, mas ao mesmo tempo com um jeitinho pop que tem no texto da panela de pressão. Gostei!
    Interessante essa combinação!

    Muitos beijos e ótimos dias :)

    ResponderExcluir
  46. Lindinha..

    As vezes penso que em se tratando de amor romantico não somos nós que o escolhemos.
    Talvez seja ele que nos escolha.

    Amor é sempre dualidade...as vezes alivia, as vezes dói, as vezes nos da força, as vezes nos deixa triste.
    Mas sempre nos faz crescer.

    Te deixo o meus parabéns pelo seu belo DOM!!

    bjs

    ResponderExcluir
  47. El poema es hermoso, eres una artista.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  48. @Cecília Romeu: Cecilia! Eu já ri tanto disso.... amei amei! Por favor, não confunda as dores do amor expressas em verso com uma panela de pressão. Se bem que... podemos nos sentir pressionados, entrar em embulição tambem quando desejosos ou nervosos... hummm.... vai dar canja daqui a pouco! kkkkk

    Beijos

    ResponderExcluir
  49. @Ma Ferreira: Ma, eu tambem penso, algumas vezes, que somos escolhidos. Como um carma ou uma provação ou ate mesmo o destino.

    Beijos

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada