Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sábado, abril 24, 2010

Como sobrevivemos ?!

Se voce teve a infância entre a década de 60 e 70, veja algumas fotos e responda:

- Como pôde sobreviver?























  • Os carros não tinham cintos de segurança, apoios de cabeça, nem airbags!! Íamos soltos no banco de trás fazendo aquela farra! E isso não era perigoso!
  • Não havia travas de segurança nas portas dos carros, chaves nos armários de medicamentos, detergentes ou químicos domésticos.
  • As camas tinham grades e os brinquedos eram multicores com pecinhas que se soltavam ou no mínimo pintados com umas tintas “duvidosas“ contendo chumbo ou outro veneno qualquer.
  • A gente andava de bicicleta pra lá e pra cá, sem capacete, joelheiras, caneleiras e cotoveleiras...
  • Bebíamos água de filtro de barro, da torneira, de uma mangueira, ou de uma fonte e não águas minerais em garrafas ditas ¨esterilizadas¨.
  • Construíamos os famosos carrinhos de rolimã e aqueles que tinham a "sorte" de morar perto de uma ladeira asfaltada, podiam tentar bater records de velocidade e até verificar no meio do caminho que tinham economizado a sola dos sapatos, que eram usados como freios...E estavam descalços...
  • Íamos brincar na rua com uma única condição: voltar para casa ao anoitecer (e obedecíamos!!!). Não havia celulares... E nossos pais não sabiam onde estávamos! Era incrível!
  • Tínhamos aulas só de manhã, e íamos almoçar em casa.
  • Quando tínhamos piolho, usávamos Neocid em pó.
  • Braço com gesso, dentes partidos, joelhos ralados, cabeça lascada... Alguém se queixava disso? (os meus primos viviam com alguma parte quebrada!!!)
  • Quem não teve um cachorro Rin-Tin-Tin?! Nada de ração. Comiam a mesma comida que nós (muitas vezes os restos), e sem problema algum! Banho quente? Xampu? Que nada! No quintal, um segurava o cão e o outro com a mangueira (fria) ia jogando água e esfregando-o com - acreditem se quiserem - sabão em barra: de lavar roupa! (usava Phebo ou sabão de coco). Algum cachorro morreu ou adoeceu por causa disso?!
  • Comíamos doces à vontade, pão com manteiga, bebidas com o (perigoso) açúcar. Não se falava de obesidade...
  • Dividíamos com nossos amigos uma Tubaína comprada naquela vendinha da esquina, gole a gole e nunca ninguém morreu por isso ....
  • Nem imaginávamos: Playstations, Nitendo, X Boxes, Jogos de Vídeo, Computador, Internet, Vídeo Cassete, nem DVD Solby Surround, Celular com Câmera, nem Chats... só conhecíamos: Os Amigos.
  • A pé ou de bicicleta, íamos à casa dos nossos amigos, mesmo que morassem a kms de nossa casa. Entrávamos sem bater e íamos brincar.
  • É verdade! Lá fora, nesse mundo cinzento e sem segurança! Como era possível? Jogávamos futebol na rua, com a trave sinalizada por duas pedras, e mesmo que não fossemos escalados ... ninguém ficava frustrado e nem era o “FIM DO MUNDO“!
  • Na escola tinha bons e maus alunos. Uns passavam e outros eram reprovados. Ninguém ia por isso a um psicólogo ou psicoterapeuta. Não havia a moda dos superdotados, nem se falava em dislexia, problemas de concentração, hiperatividade. Quem não passava, simplesmente repetia de ano e tentava de novo no ano seguinte!
  • As nossas festas eram animadas por radiolas com agulhas de diamantes deslizando sobre os discos de vinil, luz negra e um delicioso coquetel feito de groselha e maçã em cubinhos.
  • Tínhamos:
  1. Liberdade,
  2. Fracassos,
  3. Sucessos e
  4. Deveres.

... e aprendíamos a lidar com cada um deles!


A única verdadeira questão é: como a gente conseguiu sobreviver?

E acima de tudo, como conseguimos desenvolver a nossa personalidade?

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

17 comentários:

  1. Olá, Simone!

    Não é querer ser saudosista, mas parece que a vida naquela época era melhor. Certamente, era bem diferente da atualidade. Mas, devemos viver conforme a época em que estamos.


    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post!Deve ter sido uma delícia ser criança nessa época.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Esse texto é a mais pura verdade. Hoje as crianças têm uma série de restrições de lazer e alimentares. Que infância é essa?
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Acima de tudo, conseguimos viver mais felizes (tem muito jovem infeliz por ai)...

    Fique com Deus, menina Syssim.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. E apenas para acrescentar: ÉRAMOS FELIZES!

    O mundo se modifica para pior, dia-a-dia, infelizmente!

    ResponderExcluir
  6. Eramos muito felizes.Fico boba com as crianças hoje em dia.Com 13 anos eu usava vestidinho de laçinho,hoje minha filha diz tô fora,sou uma moça,isso é coisa de criança.Pode?Nem brincar eles gostam mais,não se vê mais um grupo de crianças na rua brincando de esconde esconde,barra bandeira,amarelinha.Que saudades!

    ResponderExcluir
  7. Amiga Sissym, esse texto me fez voltar a um passado remoto, porém, maravilhoso. Não precisávamos de nada para sermos felizes, e aí está a grande diferença. Comer na panela, quando não havia muita comida e tínhamos que dividir entre todos..., uma colher para cada um... Que gostoso relembrar isso tudo minha amiga Sissym... Uma época mágica, que as crianças de hoje, certamente, não irão conhecer jamais. Parabéns pelo brilhante texto. Abraços. Roniel.

    ResponderExcluir
  8. Querida Sissym...nossa que saudade! Esse texto me fez lembrar de uma infância tão bonita que tive. Tudo o que você relatou é a mais pura verdade. Sabe qual é o programa mais emocionante para mim? A cada três ou quatro meses, eu e meus amigos de infância (que viveram comigo tudo isso que vc escreveu) nos encontramos para darmos boas risadas e podermos relembrar esse bom tempo que, infelizmente, meus filhos jamais viverão. A liberdade, Sissym...a liberdade era maravilhosa! Não tínhamos medo. Lembro que a minha casa não tinha muros altos, grades nas janelas...
    Muito bom esse flash back que você me proporcionou agora, amiga! Obrigada!
    Super beijo.

    ResponderExcluir
  9. Sissy my darling,
    You've brought back so many good and 'reckless' memories. My sister and I used to put on plays in our garage and charge kids to attend. Now kids just watch TV.
    I miss my blacklight and all the cool posters that 'glowed' in the UV light!!
    We would make up our own games and run around free as birds.
    And we survived!
    I hope your arm feels better darling.
    Love,
    Craig

    ResponderExcluir
  10. Olá Sissy,

    O fato é que eramos felizes, não vejo esta felicidade hoje...

    Quanta coisa boa neste tempo.. compartilhamos, eramos apenas crianças felizes, isto não tem preço...

    Abraço

    ResponderExcluir
  11. Só faltou o geladinho, né?! os doces nos baleiros e as brincadeiras de queimado no meio da rua quando os carros, sim, eles paravam para esperar.... kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  12. E quantos de nós iniciamos numa profissão qualquer como office-boy, mensageiro, auxiliar disso ou daquilo... com menos de 16 anos de idade! E sobrevivemos! (rs)

    ResponderExcluir
  13. QUE POST FANTÁSTICO!
    AMIGA SISSYM, agora você me transportou aos meus tempos de criança, que coisa maravilhosa. Eu vivi a passagem de quase tudo o que você elencou. Faço questão de parabenizá-la por relembrar de tantas coisas de uma época que dificilmente retornará.
    Parabéns por mais um excelente post!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir
  14. Pois é, lembrei agora que os joelhos ralados saravam em seguida após aplicação de Mercúrio, e ninguém morria por causa disso. Hoje é proibido! Os dedos apertados nas portas de casa ficavam sãos após salmora! Hoje em dia as coisas são bem mais fáceis, não podemos negar, mas também nos limitamos em algumas coisas, tornamo-nos neuróticos! Com medo de tudo. Saudades dos velhos tempos, mas é apenas nostalgia, ainda prefiro os tempos modernos. Beijos, Sissy.

    ResponderExcluir
  15. Como a gente conseguiu sobreviver não sei, mas éramos muito felizes!! Quantas saudades! Até hoje tento achar a "tubaina" que eu tanto amava e não é todo lugar que vende,infelizmente...rrss
    Bjs Syssim e adorei recordar!

    ResponderExcluir
  16. Adorei isso! Rsrsrrs!
    E sabe poque sobrevivemos?? Porque naquela época as pessoas respeitavam muito mas umas às outras e a violência quase não existia. Os carros podiam andar calmamente pelas ruas, pois eram raros os motoristas bêbados que trafegavam causando acidentes.
    Ai que época boa!!!!

    bjs
    cintia

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada