Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sábado, fevereiro 07, 2009

"Dedução"

Não acabarão nunca com o amor,
nem as rusgas,
nem a distância.
Está provado,
pensado,
verificado.
Aqui levanto solene
minha estrofe de mil dedos
e faço o juramento:
Amo,
firme,
fiel
e verdadeiramente.


Vladimir Maiakóvski
Poeta Moderno Russo
1893-1930



Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

17 comentários:

  1. Que lindo querida! Não ouvi falar dele, é Russo?

    Amar é lindo, não tem nada igual.

    ResponderExcluir
  2. Lindo mesmo esse poema!
    Eu também amo dessa forma: Firme,
    fiel e verdadeiramente. E é também como todos nos desejamos ser amados né?

    Eu ainda não conhecia esse Poeta. Adorei esses versos.

    Beijus, Sissym! ;)

    ResponderExcluir
  3. Sissy, Maiakóvski é um dos meus preferidos. Adoro mesmo.

    "Nos demais,
    todo mundo sabe,...
    o coração fica ali,
    bem no meio do peito.
    Mas comigo, no entanto,
    a anatomia ficou louca,...
    Sou todo, todo
    coração."

    (Maiakóvski)


    Grato por lembrar esse autor magnífico.

    ResponderExcluir
  4. Há muito tempo, ao ler uma pequena biografia do Maiakoviski, encontrei a seguinte frase escrita por ele em 1913:

    Existe um homem feliz. Acho que é no Brasil

    ResponderExcluir
  5. Embora não conheça muitos poetas, amei.

    Quase fico apaixonado.

    ResponderExcluir
  6. O amor só tem valia
    se a entrega for por inteiro,
    não vale meio-amor,
    tem que correr nas veias,
    passar pelo coração,
    oxigenar o nosso cérebro.
    É ouvir música sem ser tocada,
    rir sem nenhum motivo,
    confiar sempre.
    Cris

    ResponderExcluir
  7. Nunca acabarão com o amor, mas com certeza muitos tem a capacidade de sufocá-lo por um longo tempo.

    ResponderExcluir
  8. Quando alguém comenta a obra de Maiakóvski, imediatamente me lembro dessas palavras tão atuais:

    Na primeira noite eles aproximam-se e colhem uma Flor do nosso jardim e não
    dizemos nada.
    "Na segunda noite, Já não se escondem; pisam as flores, matam o nosso cão, e não
    dizemos nada.
    Até que um dia o mais frágil deles entra sozinho em nossa casa, rouba-nos a lua
    e, conhecendo o nosso medo, arranca-nos a voz da garganta. E porque não dissemos
    nada, Já não podemos dizer nada."

    DESPERTAR É PRECISO( Vladimir Maiakovski )

    ResponderExcluir
  9. A algum tempo atrás publiquei algo sobre Vladimir Maiakovski, na minha concepção o maior poeta russo pré-perestroika. Georgiano de nascimento, esse bolchevique escreveu os mais belos poemas, sendo o meu preferido o cantado por Gal Costa.

    O Amor (Sobre O Poema De Wladimir Mayakovski)

    Talvez quem sabe um dia
    Por uma alameda do zoológico
    Ela também chegará
    Ela que também amava os animais
    Entrará sorridente assim como está
    Na foto sobre a mesa
    Ela é tão bonita
    Ela é tão bonita que na certa
    Eles a ressuscitarão
    O Século Trinta vencerá
    O coração destroçado já
    Pelas mesquinharias
    Agora vamos alcançar
    Tudo o que não podemos amar na vida
    Com o estrelar das noites inumeráveis
    Ressuscita-me
    Ainda que mais não seja
    Por que sou poeta
    E ansiava o futuro
    Ressuscita-me
    Lutando contra as misérias
    Do cotidiano
    Ressuscita-me por isso
    Ressuscita-me
    Quero acabar de viver o que me cabe
    Minha vida
    Para que não mais existam
    Amores servis
    Ressuscita-me
    Para que ninguém mais tenha
    De sacrificar-se
    Por uma casa, um buraco
    Ressuscita-me
    Para que a partir de hoje
    A partir de hoje
    A família se transforme
    E o pai seja pelo menos o universo
    E a mãe seja no mínimo a Terra
    A Terra, a Terra

    Depois disso tudo o que posso querer escrever mais.

    ResponderExcluir
  10. Amigos, o que mais me emocionou foi que vcs me presentearam com citações e poemas dele. Que maravilha! Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Olá Sissym!
    O poema é lindo!

    Passei por aqui para desejar uma ótima semana a todos.

    Sumy

    ResponderExcluir
  12. Olá, Cissy! Esse poema é muito bonito, retratando o amor na sua essência, trazando o verdadeiro significado dessa arte que é a mais importante de todas as artes que é a arte de amar. O amor encarna o sentimento de doação, perdão, entrega, desprendimento e cumplicidade. No amor se encontra a plenitude da vida.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  13. a vida é inevitável e temos que passar por ela da melhor maneira possível aproveitando cada fase dela.

    ResponderExcluir
  14. Da arte do amor sou admiradora, quem sabe um dia serei a artista, quem sabe...

    ResponderExcluir
  15. Adorei! E já favoritei! Poesia, poesia, aonde quer que vá, lá estará a minha pupila! rs

    Bjokas!

    XB

    ResponderExcluir
  16. Recebi cada participação tão especial, adorei a visita de todos até este momento. Obrigada!

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    O Amor é sublime, supera tudo e por isso permanece. Lindo poema.
    Li os comentários e gostei do poema que o Lobo do Mar deixou. Não conheço a obra de Maiakovski, mas vejo que trata-se de um poeta apaixonado.
    Abraços
    Jorge

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada