Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, julho 26, 2009

Ao Raiar das Emoções
















Era uma vez uma mulher que acreditava
Nas histórias reveladas em contos de fadas
Toda vez ela se erguia quando tropeçava
Mantinha-se confiante durante alvoradas

Quando mal pode perceber, aconteceu!
Assim, como mágica, viu-se apaixonada!
Será que o início foi aquele que ardeu,
O pedido da resposta de uma música?!

O que é mais do que o amor? Perguntou.
Então ela respondeu em versos naturais
Pode ser um meio usado que ele sondou
Refletiu por algum tempo, linhas iniciais

Passadas semanas, o sol já batia na janela.
E toda noites traziam encantos em melodias
Traduzidos em versos e canções para ela.
Para ele, músicas, felicidade e doces poesias

Na despedida pareciam como naquele filme:
Ele vivia o lobo e ela um falcão, enfeitiçados
Separados num mundo paralelo e máxime
Desejo de estarem juntos, não intercalados

O que os separam, então, são apenas horas
Há projetos animados vindos dos corações
Maduros e felizes, jamais vistos em outrora
Esperançosos e seguros, ao raiar das emoções.

(por Sissym)

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

3 comentários:

  1. Vc saberia me responder pq me sinto personagem dessa poesia?? Sei lá, intuição, quem sabe?

    Bjs

    ResponderExcluir
  2. historia legal , mas mais ainda forma como foi dita , escreves muito bem ! um abraço e uma excelente segunda pra vc ! :)

    ResponderExcluir
  3. Viver em mundos paralelos também podem ser encantador. Eles não se encontram, mas podem atravessar-se. Para isso é preciso sabedoria e sensibilidade.

    Muito bonito
    Luísa

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada