Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

quarta-feira, julho 22, 2009

Cabo Frio surpreendente

Eu estive viajando no fim-de-semana passado e encontrei velhos amigos do tempo que morei na Urca. Realmente foi muito legal porque mais uma vez percebi que o tempo passa, ganhamos alguns cabelos brancos, rugas, nova modelagem de corpo, filhos, mas continuamos os mesmos. Ainda mais quando podemos rir muito de loucuras que um ou outro fez ou ainda faz.


O objetivo da pescaria era uma confraternização. Amigos do Iate Clube do Rio de Janeiro se organizaram para ir até o clube em Cabo Frio. Alguns tem casa nas proximidades e outros, como eu, se hospedaram no hotel do clube. Era um lindo dia ensolarado, embora quente, foi na medida exata para tudo ficar perfeito. Na manhã de sábado ocorreu o torneio que contava com a participação de crianças e adultos, mas separados por faixa etária. Os ônibus chegaram perto de 11:00H trazendo a galera que não queria dirigir e poderia tomar algumas cervejinhas. Os campeonatos são sempre bem organizados, nunca falta nada, além de que há fiscais atentos para ninguém deixar de ganhar seus pontos e no final ter a premiação por categoria. A pescaria demorou cerca de duas horas.



Então chegou a hora do churrasco, também programado pelos sócios. O único trabalho era de sentar, comer, rir, contar e ouvir histórias. Histórias?! Conhecem amigos pescadores?! Quando ouvirem dizer que eles contam histórias é a mais profunda verdade. Como contam!!! E são uns terríveis gozadores dos feitos e defeitos entre eles. Existe até um prêmio que esperam ansiosamente para receberem, se chama "Panela de Ferro" - quem dá o maior gafe num torneio fica com ela e é repassada anualmente assim como coroa de miss! Estava tudo ótimo e ainda comemoramos o aniversário de um dos filhos de amigos. A tardinha, o pessoal que fretou os ônibus regressou ao Rio de Janeiro.

À noite, a programação foi perfeita, quem foi até a cidade comprou aperitivos para beliscar enquanto se bebia vinho. Então, imaginem, havia muito o que comer!!! Eu estava morrendo de sono (porque tive a indecência de acordar antes das 07:00H da matina, nem me perguntem por que!), de repente os homens começaram a contar as trapalhadas, mancadas, brincadeiras que eles já fizeram. Tudo era muito engraçado até que o único ser não presente virou celebridade. Aliás, ele é o top de linha quando o assunto é fazer bobagem! Nós ríamos tanto a ponto de perder o sono e alguns a ter crise de asma! Não é possível alguém ser tão maluquinho como o "Mentex". Aquele lindo loiro nórdico conseguia ser mais doido do que o Menino Maluquinho. Eu nem sei o que vou fazer ao ver a cara dele na próxima vez, mas do jeito que sou, com certeza irei lacrimejar só de lembrar os feitos dele.

Mas por que ele consegue ser tão engraçado?!?!
Alguém já imaginou um loiro lindo no meio da torcida flamenguista, em pleno clássico no Maracanã, durante o intervalo subir no balcão da lanchonete para comprar cerveja, mandar todos se calarem, obedecerem, fazerem fila, pegar o atendente pelo colarinho, mandar servir a galera na frente do balcão, isso tudo aos berros e não ser linchado, mas idolatrado?!?! No estádio foi uma das histórias... existem outras, cada uma mais hilária do que a outra.

No dia seguinte, acordei cedo de novo... sniffff... sniffff... este meu fuso horário é um castigo! Ouvia do quarto o bater da marola no cais, os motores das lanchas que estavam tentando sair mas as ondas impediam, as gaivotas mostrando que já amanheceu e eu também! O dia já estava meio lusco-fusco, agora a meteorologia faz bonito e erra menos, mas a promessa de chuva não impediu um passeio até o mirante para vislumbrar a silhueta da Praia do Forte.

Antes que encontrássemos o engarrafamento que todos pegaram na vinda, fomos embora no início da tarde. Ainda dei uma volta na orla da Praia do Forte antes de partir e vi como a cidade modificou para melhor. Eu confesso que de criança detestava ir para lá, era certo encontrar gente demais e água potável de menos.

(por Sissym)

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

6 comentários:

  1. Aqui também as águas são meio sujas eu quase não ando em parias ( a salvação pro calor) só nas que estão acima da cidade .Querida , meu abraço . Se cuida !

    ResponderExcluir
  2. Uma escapadela da rotina é sempre um prazer! Com a tua história fizeste-me lembrar um amigo de infancia que, no alto do seu metro e oitenta de massa bruta, faz porcaria onde quer que chegue e toda a gente se ri; alguns mais afoitos até colaboram!:)

    Beijos
    Luísa

    ResponderExcluir
  3. Passou por aqui e nem me avisou, porque? Não queria me ver e conhecer nossas instalações, malvada!
    A paz

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito do seu blog e proponho parceria com troca de links,o que você acha?
    Responda em :http://escuteseusolhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Você veio na cidade onde eu caí de pára-quedas há 6 anos e meio...
    Olha como são as coisas: você curtiu aqui; eu não acho graça nenhuma nesta cidade. Tirando as praias, o que resta? Nada.
    Tudo é uma questão de óptica, de ponto de vista.
    Moro a 2 km da praia do Braga e não vou lá há 1 ano e meio. Quando vivia em São Paulo, ia para Santos, mesmo com chuva, e ia para a praia...
    Tudo é mesmo uma questão de que lado estamos no momento...

    Beijos,

    André

    ResponderExcluir
  6. Cabo frio é muito bom. Meu filho mais velho tem uma loja por essas bandas, em Macaé. bjs

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada