Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

sexta-feira, maio 28, 2010

Faz de Contas ...




















Faz de Contas poderia ser levinho
pois a Fada um dia se apaixonou
por alguém crianção e levadinho
a fez flutuar longe e a conquistou

Faz de Contas poderia ser genial
se o coração não estivesse partido
ficou despedaço e todinho desigual
ela soluça porque tudo ficou doído

Faz de Contas era só um pesadelo
a Fada acordaria do sonho secreto
onde vive feliz no mundo paralelo
onde o sentimento era completo

Faz de Contas profunda nostalgia
infelizmente acabou, é fim do elo
da alegria, agora fica a melancolia
é melhor eu voltar para o castelo...

Faz de Contas que ele não excluiu
a doce fantasia e a minha amizade
o meu apreço, ele assim o reduziu
a pó mágico deixado na eternidade.

Lá, na eternidade, tudo será possível
a bruma, as borboletas, todas flores
ver a alma gemea de modo sensível
semeando o tom de nossos valores...

... Faz de Contas...






"É possível descobrir mais sobre uma pessoa
numa hora de
brincadeira do que num ano
de conversa.

Platão"

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

18 comentários:

  1. Concordo, sempre que conhecia alguem diferente, eu tentava crir um cenario de festa, pra logo perceber de quem se tratava.
    Ningue e real quando o papo parece uma entrevista, ai tudo e muito perfeito.Bela poesia e musica entao hummm,bjs!

    ResponderExcluir
  2. Quando nos apaixonamos somos levados a um mundo de fantasia.
    *Adoro essa música.
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Sis,

    Que linda poesia minha amiga!

    Fazer de conta é a melhor coisa que existe na vida, pois quando fazemos de conta, muitas coisas são esquecidas e apagadas de nossas mentes e corações, ou, pelo contrário, muitas coisas podem ser lembradas, e assim, fazemos de conta que elas são reais e que aquecem nossos dias.

    Adorei!

    Bjs.

    Ro.

    ResponderExcluir
  4. Sissym, um lindo poema que escreveu. Faz de conta é uma das mehores coisas que podemos fazer, pois quando fazemos de conta, deixamos de ver a realidade da vida. Sonhar é muito bom. Beijos. Obrigada.

    ResponderExcluir
  5. Sissy my darling,
    You know that I am completely under your spell. Take me to your castle when you go. For you are my soul mate, my better half.
    Love, Craig

    ResponderExcluir
  6. As vezes passamos uma vida ao lado de algúem e não o conhecemos totalmente. O faz de contas ajuda a curar as dores, a renovar as esperanças de que um dia, a sinceridade não será tão doída.

    Beijocas

    ResponderExcluir
  7. Mas nunca faça de conta a tua busca pela felicidade...

    Fique com Deus, menina Sissym.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post! Vivendo e aprendendo sempre com os seres humanos.
    Beijos,
    Mari - http://marimartinsatemporal.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Nossa, o blog tá lindoooo! Fiquei uns dias fora do ar e perdi muita coisa legal.

    beijos
    cintia

    ResponderExcluir
  10. Lindo.... esta fadinha é muuuuuuiiiiiitttttoooooo linda!
    Beijo no coração

    ResponderExcluir
  11. Nem sempre é só "faz de contas"...
    nem sempre a gente quer se enganar...
    às vezes pode ser, simplesmente,
    porque a gente vê o melhor em tudo
    olha tudo com o coração, e então
    é impossível não se apaixonar
    Linda música e bonita poesia a sua!
    Beijo,Vera.

    ResponderExcluir
  12. que musica linda
    e que encanto de poesia
    tão fantasiosa e realista
    é tão dificil sonhar nos dias de hoje
    pois o mundo nos fere com a sua brutal realidade
    e as pessoas parecem ter o prazer de nos esfaquiar
    bem no coração no lado onde mora os sonhos

    fiquei encantado com seu blog

    estou te seguindo parabéns pelo belo trabalho

    ResponderExcluir
  13. Me perdoa pelo sofrimento que a fiz passar .... I'm bad ....

    ResponderExcluir
  14. Lindo poema e inspirador tb.
    o mago do lado paralelo responderia assim

    "Ó! tu és tão desejada Fada da luz...Vem e revela em qual o véu dos tempos vai ousar e se revelar e cobrir-me com a sua luz.
    Vem a mim como a vida que invade o ventre materno. Como o sol vem à noite que morre.
    Nao sou como o poeta que revela o amor que sente. Prefiro ser igual a uma chuva que cai de repente ou como uma dor que se mostra impertinente.

    Imensa é a dor da tua procura, já cansei de achar que esquecer a fada seria a minha cura.
    Que os bons ventos do tempo te traga ao meu porto seguro,paralelo, surreal ou no espaço sideral.
    Que o néctar que escorre dessas palavras, te traga ao amor tão puro com o qual te desejo desde o dia em que o amor despertou meu coração. És tu minha a minha fada, preciosa mais que todas as riquezas, em ti se esconderam todas as belezas do reino inimaginável das quais hei de esperar até o dia em que meu olhar se fechar.
    Longe este lobo solitário que uiva insaciavel pelas noites a espera de que sua amada ouça esse chamado desesperado!
    Neste coração que repousa um grão do universo repousa este tão grande sentir e resta a você de algum lugar corresponder.

    P.S: Esse poema é tão cheio de mistérios, que deixou a chave do enigma de LOST parecendo fanta uva. (nao supera a coca-cola)E que meus adjetivos são constrangidos e se calam diante da maestria que se revelou em cada linha do seu poema.
    Quantos obstinados pecam em querer te descrever. enquanto em um sopro de vento, eu consigo o impossível que é te procurar em todo o sistema solar. e assim vivo seguindo, para te encontrar como homem, como mortal e por fim como poeta.

    ResponderExcluir
  15. Oi fadinha Sis...que poesia mais linda minha querida.
    Quanto aos problemas faz de conta que são pequenos grãos flutuando atrapalhando temporariamente a visão, mas que virá um vento e os levará pra longe.
    Beijos
    Márcia Canêdo

    ResponderExcluir
  16. Além de ser linda e inteligentíssima, ainda possui gosto refinado por música.
    Deveria haver mais mulheres assim.
    Tenha um lindo fim de semana, minha doce amiga.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  17. Oi Sissym, tem hora q se fica embevecido e sem palavras.
    Ler certas poesias é como bailar nas alturas, ao som de melodias que nos transformam por breves momentos em seres encantados vivendo em mundos onde tudo é brilho e harmonia, onde a tristeza não tem vez: pura fantasia!

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada