Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

terça-feira, maio 18, 2010

Três peraltices que eu já fiz

Quem disse que só criança apronta?! Nana nina não!

1) Primeira Traquinagem:

Certa vez.... eu tinha uns 17 anos... fui com a turma de pré-vestibulandos para um passeio num sítio. Seria um churrasco na casa de um ex-namorado. Entre meus amigos mais serelepes tinha até artista que além de artista fazia artes! kkkkkkkk Estávamos chateados com os cozinheiros de plantão que queimaram toda a comida e só um terço da fila faminta foi atendida! kkkkkk

Dormir pra que?! Alguém saberia explicar?!

Era um frio daqueles, nem podíamos abrir a boca que saía o vapor e assombrações.

Falando em assombrações.... Aiiii Leila, pra que foi cutucar....

Choveu... era lama pra todo canto... puxa... depois de tanto correr, subir morro até a igrejinha para se esconder no cemitério por conta de um pique...

Éramos 6 sem sono. Eu, como primeira dama, teria um quarto garantido, mas preferi pintar de creme dental a cara da galera que dormia no chão da sala. Ajudei a amarrar cadaços de sapatos. E também a "tocar" panelas durante a noite.

Final do ato: fomos expulsos das casas principal e auxiliares; como castigo tínhamos que dormir dentro de um corcelzinho 4 portas. Sendo 3 homens enormes, 2 amigas crescidinhas e euzinha mignozinha... falamos pelos cotovelos até amanhecer, quando através das brumas e pisando em chão de barro socado, encontramos uma quitando onde comi o melhor mão com mortadela do mundo. Com fome consegui degustar até mortadela (eu não gosto).


2) Segunda Traquinagem:

Eu tinha uns 23 anos e estava numa fazenda em Sacrafamília (RJ). Lugar bucólico. O que faço, gente?! Conto sobre Hermann, o sapo ultra gigante, gordo e preguiçoso ou sobre o morto da estrada?!

Well.... deixar o coitado do Hermann no quarto das histéricas mulheres e sair para outras aventuras, ora bolas, bobagem...

Um amigo teve uma ótima idéia: fingir que tinha um morto, colocá-lo no meio da estradinha de barro socado, esperar o buzum rural passar.

Era noite de lua cheia, arrumamos lençol branco, enchimento, muitas velas acesas ao redor. Quando o onibus estava passando, um de nós tratou de cruzar correndo feito doido na frente do onibus todo besuntado de ketchupe. Opsssss.... a freiada levantou poeira... não fomos xingados e sim chamados de "moleques da peste".


3) Terceira Traquinagem:

Eu tinha uns 25 anos... quando colaborei em assustar um rapaz cheio de fobias. Todo ano íamos para São Lourenço (MG) e ficávamos no mesmo hotel que parecia uma casa enorrrrrrrrrme. Não sabíamos mais o que fazer naquela cidade tão cheia de nada para se fazer à noite.

Tramamos.

A casa tinha 3 andares, sendo o primeiro o térreo. O último era tipo um andar sótão e conhecido pelo fantassssssssssssma que habitava por anos aquele lugar.

Vivia faltando luz, sem ajuda e com ajuda, claro.

O rapaz ia, para o azar dele, dormir no ultimo andar, no quarto do final do corredor.

Arrumamos barbantes.

Arrumamos muitos lençóis brancos.

E um engenheiro criativo para fazer toda a matemática que desse certo o deslizar dos lençóis.

Eu era uma das mocinhas que tomava susto e saía correndo desesperada.

Meia-noite, calmaria total, ninguém mais jogava carteado, só ruídos ocasionais de carros na rua, roncos (óbvio)... não podíamos sequer respirar.

É 1 .... É 2.... É 3 !!!!!!!!!!!!!


Que sorte! O lençol recheado de outros deslizou, estrategicamente e em diagonal, na penumbra do andar, assim que o rapaz colocou seus pés no topo do patamar. Ele não gritou, apenas tremeu, contudo desceu correndo as escadas e ficou acordado toda a madrugada ao lado do vigia.

No dia seguinte, nós, santinhos, queríamos saber o que aconteceu com o rapaz que continuava imóvel no mesmo lugar que horas atrás.... e os demais queriam saber quem aprontou aquilo!

Não fomos nós!!!!


Precisam mais?!

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

14 comentários:

  1. Olá Sissy!
    rsrsrs...ri muito com todas as traquinagens da mocinha, mas a da estrada...kkkkkk...estou me acabando de rir aqui até agora! kkkkk
    Beijos,
    Jackie

    ResponderExcluir
  2. As tres traquinagens na medida do humor. Legal.

    Beijo pra vc.

    Hod.

    ResponderExcluir
  3. Como é bom a gente ter histórias divertidas pra contar!! Não há neste mundo nada que pague os bons momentos vividos! Grande abraço, amiga!

    ResponderExcluir
  4. Syssim ,vc era ou é, uma menina muito levada!
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Olá, Simone!

    Você fez muitas coisa, não é? Mas isso faz parte da vida da gente e sempre fazemos algo para nos divitirmos e divitirmos os outros. Isso é muito bom. Só não podemos prejudicar outras pessoas.


    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  6. Oi Sissym,

    A tua segunda foi a pior!!! kkkkkkkkkk A primeira já fizeram comigo... pintaram minha cara de pasta de dente e amarraram meus tênis com nó cego!!! Mas vc já era crescidinha heim, quando fez suas malvadezas! rsrs

    Valeu!

    ResponderExcluir
  7. Oi, o encontro de blogueiros está marcado, caso tenha interesse em participar, leia a postagem e me envie um email.

    http://www.driviaro.com.br/2010/05/o-encontro-de-blogueiros-em-sampa-esta.html

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi,
    Sissy,
    amiga, hehehehe, adorei também gostava muito de assustar meus amigos e primos principalmente os mais novos. Muito legal..
    Ah, a Jurubeba do Doces Verdades me indicou para o selo "Sunshine Award", e lendo um comentário que fez descobri que foi você quem trouxe o selo lá do velho mundo pra nós...Eu citei este fato no meu blog espero que não se importe.
    Beijão no seu coração e fica com Deus

    ResponderExcluir
  9. Grande Sissym ... estou chocado ... My God isso não é uma mulher é uma "diaba" .... quanta coisa feia .... rsrsr

    ResponderExcluir
  10. Sissy my darling,
    You are my other Half!!
    All of our lives we were doing creative mischief on opposite sides of the equator.
    To find a smile all we have to do is look into our memories! kkkkkkkkk
    Here's to the memories yet to come!
    Love,
    Craig

    ResponderExcluir
  11. Pobre rapaz!! não se faz isso com quem tem fobia!! mas que foi engraçado foi!! beijos!

    ResponderExcluir
  12. Moleca
    Pelo menos bas suas "trêsquinagens" não houve maldade, mas pura molecagem. Coisas de Sissym.
    Beijão!
    Felipe

    ResponderExcluir
  13. Hua, kkk, ha, ha, eu fiz das minhas, mas nem tanto...

    Fique com Deus, menina Sissym.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  14. sabe que eu acho??? vc devia juntar esse monte de estórias - não gosto de escrever histórias - e produzir um livro, com as suas de antigamente, de hoje, da laura, do gato, ... ia ser um puta sucesso. beijo.

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada