Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

domingo, novembro 01, 2009

Poema de Mario Quintana

Normalmente não coloco aqui poesias e poemas de outros escritores, eu mesmo faço as minhas. Trago para compor minhas autorias, frases espetaculares de ilustres. Mas, hoje, compondo Atração Platônica, resolvi coligar aqui o que encontrei perfeito para complementar o sentimento que me tomou ao fazer a poesia...:












Quando eu for, um dia desses,
Poeira ou folha levada
No vento da madrugada,
Serei um pouco do nada
Invisível, delicioso
Que faz com que o teu ar
Pareça mais um olhar,
Suave mistério amoroso,
cidade de meu andar
(Deste já tão longo andar!)
E talvez de meu repouso...

Mário Quintana

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

3 comentários:

  1. Sissym,
    Lindíssimo, parabéns pelo post!
    Bjs,
    FrancK

    ResponderExcluir
  2. Olá, Simone!

    Lindo poema que exala o aroma de poesia com a axaltação de amor, ternura e paixão.

    Abraços

    Francisco Castro

    ResponderExcluir
  3. Esse poema é parte de um outro chamado Mapa em homenagem as ruas de Porto Alegre.

    Denise

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada