Thanks for your visit. Comments or contact: sissym.mascarenhas@hotmail.com

segunda-feira, novembro 02, 2009

Palavras sinuosas














Assim como Nereu, ela era confiável
reconhecida também por sua virtude
mudava sua aparência e era adorável
procurada por sua notória solicitude

Compilava elementos dos fiéis amigos
reluzindo em dóceis palavras sinuosas
cada volta pincelada por seus antigos
sonhos poéticos e formas harmoniosas

Ora trazia o gosto da vitória certeira
outras da tristeza dos dias solitários
Ora enlaçava o amor, dando canseira,
outras recuava, desejos involuntários

Mas a discípula de Zeus queria voar...
sem cometer o erro de Ícaro, venceria
os obstáculos da vida, a glorificar...
seu amor às letras, sublime sabedoria

Pois então, aonde ela poderia chegar?
deixará de ser mais um nome no mundo
será fonte de saudades, o futuro triunfar
nos corações humanos de modo profundo.

(por Sissym)


"Ainda não vi ninguém que ame
a virtude tanto quanto ama a
beleza do corpo."
-Confúcio

Compartilhe esse artigo:

Related Posts with Thumbnails

6 comentários:

  1. Zeus pegou seu pincel e um arco iris nos seu cabelo desenhou, duas estrelas do firmamento ele roubou para colocar em teus olhos..

    Abraço

    Geraldo

    ResponderExcluir
  2. Minha Nereida,

    "sem cometer o erro de Ícaro, venceria..."

    Hummmm...lembra-se disso??

    "Tão efêmeras as asas de cêra, que se desfazem
    No ato de dormir ou acordar, agonia!!
    Cair onde os amantes pra sempre jazem,

    Onde os amantes lutam por sua fantasia.
    Acordar para os sonhos, como a chuva que estia,
    Ou sonhar com a vertigem, que as rosas lhes trazem??"

    http://memoriasdeebrael.blogspot.com/2009/08/asas-de-cera.html

    Não adianta, doce Musa!! De nada adianta resistir à vocação primordial da alma, que éo vôo. Talvez seja esse um dos grandes ressentimentos do ser humano: não conseguir empreender com os braços os mesmos vôos da alma. Ainda q vc se ponho no cume de uma alta montanha, com os braços abertos, diante do horizonte azul-ciano, num crepúsculo qualquer, nunca será a mesma coisa que percorrer na velocidade do pensamentos os rincões do Coração do Mundo.

    Passa lá e releia "Asas de Cêra"!!

    BJs Nereida!!

    ResponderExcluir
  3. I really love the fantasy of your poem. I am learning about mythology in a fun way, thanks to you!....Beijos sem fim

    ResponderExcluir
  4. nossa poetisa :-)
    lindo. mais uma vez.
    bjs

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, vim desejar uma semana abençoada por Deus.
    bjsss

    ResponderExcluir
  6. Saudações!
    Amiga Sissym,
    Com sinceridade, uma obra prima!
    Parabéns pela bela Poesia!
    Abraços,
    LISON.

    ResponderExcluir

Recados: sissym.mascarenhas@hotmail.com
Obrigada